5 POSIÇÕES QUENTES DO KAMA SUTRA

5 POSIÇÕES QUENTES DO KAMA SUTRA

5 POSIÇÕES QUENTES DO KAMA SUTRA

É hora de incrementar a vida sexual e afastar a monotonia de uma vez por todas: aprenda, passo a passo, algumas das posições mais incendiárias do Kama Sutra

 

Texto • Redação Ilustrações • Luciana Ruivo

A marquesa

Para realizar esta posição, o casal deve estar em um local firme onde os braços possam ficar completamente apoiados. Inicialmente, a mulher coloca-se sentada, com as pernas esticadas para frente e os braços reclinados para trás. Em seguida, ela deve levantar as pernas e colocá-las sobre o peito do parceiro, de modo que seus calcanhares fiquem acima dos ombros dele. Dessa forma, o homem poderá colocar-se embaixo do corpo da mulher e, com os joelhos dobrados e braços apoiados atrás do corpo, iniciar a penetração.

A mulher de Indra

Com as pernas bem flexionadas para trás, a mulher deve encostar os pés na região abdominal do seu parceiro. Assim, os glúteos ficarão apoiados sobre as coxas dele, o que permitirá ao homem penetrá-la e, ao mesmo tempo, acariciar outras zonas erógenas do corpo dela. 

A união apoiada

Esta posição deve ser realizada com os parceiros em pé, voltados um de frente para o outro. Com as pernas ligeiramente afastadas, o homem ergue e segura uma das pernas de sua parceira, de forma que a coxa da mulher permaneça dobrada, o que possibilitará a ele que controle a intensidade e a velocidade da penetração. Passar a coxa por trás da perna do parceiro, como na ilustração, pode também possibilitar que a penetração seja mais profunda. 

A oferenda

A mulher coloca-se com cotovelos e joelhos apoiados em uma superfície, mantendo o quadril levantado pouco acima do nível da cabeça. Em seguida, seu parceiro deve ajoelhar-se por trás dela e iniciar a penetração.

 

A sonolenta

 

Para iniciar esta posição, a mulher deve permanecer deitada de costas enquanto seu parceiro faz o mesmo, ficando atrás dela. A seguir, o homem inicia a penetração com o corpo projetado em direção ao ombro de sua parceira. Assim, a mulher entrelaça sua perna na cintura do parceiro, que pode penetrá-la por entre suas nádegas. 

 Fonte: Triada.com.br