AFINAL, O CERTO É YOGA OU IOGA?

AFINAL, O CERTO É YOGA OU IOGA?

AFINAL, O CERTO É YOGA OU IOGA?

Vemos de tudo por aí: yoga, ioga, iôga, yóga, e assim vai. Mas, de verdade, qual é a forma correta de escrever o nome dessa prática indiana? Consultamos um professor de sânscrito supergabaritado para acabar de vez com a dúvida

 

Texto • Thiago Perin

Com Y e com I

Como é a forma mais usual da palavra no inglês, que é a língua mais falada internacionalmente, a grafia YOGA se tornou a predominante no mundo, sendo adotada até mesmo na Índia. Quem explica é o professor de sânscrito Carlos Eduardo Gonzales Barbosa: “mas, quando passou a ser utilizada no Brasil, a palavra foi incorporada à nossa língua com a grafia IOGA. Em português, essa é a forma mais adequada”, aponta.
 

Escolha a sua

"Como yoga é um vocábulo sânscrito, a grafia original é feita utilizando um sistema de escrita que não existe no Ocidente. Com o tempo, a palavra foi transposta para nosso alfabeto de maneiras variadas, o que impede que exista uma única forma certa de escrevê-la”, explica o professor.

Ou seja: não tem como errar. Aliás, tem isso: erra quem afirma que "sua" forma de escrever é a única correta. “Eu uso YOGA, porque dou aulas de sânscrito e estou habituado à palavra nessa língua. Mas posso assegurar que adotar a forma em português, IOGA, não é nem incorreto, nem ofensivo, e nem sequer incômodo. Afinal, a grafia do nome não prejudica nem ajuda a prática que ele representa”, diz.
 

Quanto à acentuação

A regra gramatical da língua portuguesa não permite que IOGA seja acentuada. YOGA, segundo Carlos Eduardo, também não possui qualquer sinal diacrítico que necessite de representação por acento. “Usá-lo, portanto, é inadmissível em ambos os casos”, aponta ele.
 

Variações de pronúncia

“No sânscrito, não há diferença entre os fonemas ‘ó’ e ‘ô’. Isso significa que, para um falante dessa língua, os dois são exatamente iguais”, ensina o especialista. “Existe um certo consenso em meios acadêmicos que aponta a pronúncia com ‘ô’, fechado, como a mais correta. Mas, na verdade, tanto faz”.
 

Questão de gênero

Em sânscrito, a palavra é masculina: O YOGA. Em português, feminina: A IOGA. “Escolha uma das formas e bom proveito. A comunicação é livre e, desde que aquilo que designamos com a palavra esteja correto e seja entendido, não há mal em utilizar a pronúncia que melhor lhe aprouver”, encerra. Afinal de contas, intolerância não combina muito com o espírito de liberdade do yoga, não é?
 

Resumindo a história

• Tanto o yoga quanto a ioga estão corretos
• As duas formas não levam acento
• O som da letra o pode ser aberto ou fechado

 

 Fonte: Triada.com.br