ENERGIZAÇÃO DOS CHAKRAS

ENERGIZAÇÃO DOS CHAKRAS

ENERGIZAÇÃO DOS CHAKRAS

Saiba como ganhar mais vitalidade no seu dia a dia estimulando positivamente cada um dos sete chakras do corpo – com nada mais, nada menos, que a sua voz

 

Texto • Redação

O volume 2 do livro “A fonte da juventude” é um complemento à obra escrita por Peter Kelder em 1939 e reeditada em 1985, quando virou um best-seller. No volume 1, Kelder trouxe à público um conjunto de exercícios e técnicas praticadas há milênios por monges tibetanos  para reverter o envelhecimento e ganhar bem-estar em todos os setores da vida. 

Nesta obra subseqüente, vários especialistas em qualidade de vida foram convidados para complementar e esclarecer certos pontos do livro original. O texto abaixo, retirado do capítulo 7, é de Richard Leviton e mostra como é possível energizar o corpo por meio da meditação aliada à entonação de sons vocálicos específicos. Como você vai ver, vale a pena não só ler, mas colocar em prática estas instruções.

 

Os mestres budistas e hindus sempre vincularam os sons aos centros de energia. Nos últimos anos, os ocidentais que trabalham com as propriedades curativas do som e da música adaptaram essas doutrinas, apresentando-as em formato prático. Um desses musicólogos e musicoterapeutas é Jonathan Goldman, autor de Healing Sounds: The Power of Harmonics (Sons curativos: o poder da harmonia). Goldman está convencido do poder terapêutico da voz humana. Nos seminários, ensina os participantes a praticar o que ele denomina harmonia vocálica, fazendo soarem vogais e enviando-as aos diversos centros energéticos. E explica que isso permite modular agudamente qualquer parte do corpo ou centro de energia mediante o poder da voz. Além disso, ao produzir sons vocálicos, você começa a mudar a própria voz, coisa que lhe altera a qualidade da consciência, afirma Goldman.

Eis um exercício desenvolvido por Jonathan Goldman, que recorre à voz e a certos sons vocálicos específicos para estimular os centros energéticos. Você pode praticá-lo diariamente, como um rápido tonificador dos chakras. Isso lhe tomará uns quinze minutos e será notavelmente relaxante e energizante. Inicie com os seguintes passos:

• Fique num cômodo tranquilo e bem iluminado.

• Sente-se confortavelmente numa cadeira de respaldo reto, com os pés bem assentados no chão e alguns centímetros separados. É melhor tirar os sapatos e as meias; se você usa óculos, tire-os também. Pouse as mãos nas pernas, preferivelmente sobrepostas e com a palma virada para cima. Pode fechar os olhos se quiser.

• Respire naturalmente várias vezes pelo nariz até sentir-se relaxado.

• Procure seguir os passos correspondentes a cada centro energético para fazer o exercício completo.

 

 

Modulando o centro básico


• Emita o primeiro som: baixando a voz ao tom mais grave possível, faça Ahn. Emita esse som enquanto expira. Emita-o no seu volume normal de falar ou ainda mais baixo se preferir. 

• Ao emitir o som Ahn, concentre a atenção no chacra básico que fica na virilha, junto ao períneo. Ao expirar, emita-o como se estivesse sentado no seu próprio centro básico. Você vai sentir o ressoar na garganta, mas imagine que a vibração está na região do seu centro básico, na base da coluna.

• Durante um minuto, emita o som toda vez que expirar, depois pare.

 

 

Modulando o centro sacral


• Agora subindo pela coluna, transfira a atenção para o segundo chacra, o centro sacral. Ele fica na região pubiana, uns sete ou oito centímetros abaixo do umbigo.

• Quando expirar, emita o som Uuu (rimando com o “um” da vaca). Emita-o num tom ligeiramente mais elevado que quando estava emitindo o Ahn. Tal como antes, procure senti-lo vibrar na região pubiana, através do segundo centro energético. Faça o exercício durante um minuto, depois pare e relaxe.

Modulando o centro umbilical

• Localize o terceiro centro de energia, o chacra umbilical ou do plexo solar, acima do umbigo. Ele vai da base do esterno até o umbigo.

• Centre a atenção nele ao expirar emitindo o som Oh. Faça-o num tom um pouco mais alto do que quando emitiu o Uuu; isso deve colocá-lo perto do alcance médio de sua voz. Emita-o durante um minuto, depois pare e relaxe.

Modulando o centro cardíaco

• Agora preste atenção no centro cardíaco, no quarto chacra, que fica na região do peito, essencialmente entre duas omoplatas e na base da caixa torácica.

• Ao mesmo tempo que concentra a atenção nesse centro, emita o som Ah num tom levemente superior do Oh. Sinta-o vibrar na cavidade torácica. Faça isso por um minuto, então pare e relaxe.

Modulando o centro laríngeo

• O centro laríngeo, o quinto chacra, fica no centro da garganta. Basicamente, pode-se considerar todo o pescoço o chacra laríngeo. Com a atenção voltada para ele, emita o som Ai num tom algo mais elevado que o Ah anterior. Sinta o Ai pulsar na garganta, fazendo as pétalas do chacra vibrar como que tocadas por uma leve brisa. Faça esse exercício durante um minuto, a seguir pare e relaxe.

Modulando o centro frontal

• O próximo centro energético localiza-se na testa, entre as sobrancelhas, motivo pelo qual é chamado frontal (também conhecido como o chacra do terceiro olho). Respire e emita o som Ei ao exalar o ar. Visualize o Ei vibrando no seu centro energético frontal. Faça isso durante um minuto, depois relaxe.

 

Modulando o centro coronal

• Finalmente, emita o sim Iii a fim de estimular o centro coronal, no alto da cabeça. Os especialistas em chacras dizem que esse centro é como uma flor de lótus com mil pétalas. Visualize o som Iii vibrando nessa flor de mil pétalas, fazendo com que todas elas oscilem. Faça isto durante um minuto, depois pare e relaxe.

Assim concluímos o exercício de modular os centros energéticos. Pode ser que você sinta um pouco tonto. Isso é natural e passa em poucos minutos. Continue respirando calmamente pelo nariz. Se quiser, pode inverter o exercício e descer a coluna dos chacras, emitindo os sons coronal, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sacral e básico, nessa ordem. Ou então, abra os olhos, olhe à sua volta, esfregue as mãos e levante-se.

É importante ter a intenção certa para praticar os sons. O propósito intencional – a afirmação positiva e cheia de amor de seu potencial de cura – é essencial para que você obtenha um bom resultado, enfatiza Goldman. Uma das coisas que ele ensina aos alunos é esta fórmula simples, mas poderosa: a soma da freqüência com a intenção produz a cura. Procure estar consciente do efeito vibratório, tanto fisiológico quanto psicológico, dos sons que está emitindo a fim de assegurar o máximo benefício.

Fonte: Triada.com.br