ESPIRITISMO E CARIDADE

ESPIRITISMO E CARIDADE

ESPIRITISMO E CARIDADE

Para fazer o bem é preciso força de vontade. Para fazer o mal, bastam a inércia e a negligência. É o que prega a doutrina espirita. O melhor, então, é não ficar parado

 

 Texto • Lívia Filadelfo


“Se eu falar as línguas dos homens e dos anjos; se tiver o dom da profecia, e penetrar todos os mistérios; se tiver toda a fé possível, a ponto de transportar montanhas, mas não tiver caridade, nada sou. Entre essas três virtudes: a fé, a esperança e a caridade, a mais excelente é a caridade”. Com estas palavras, o apóstolo Paulo colocou a caridade acima de tudo, inclusive da própria fé. Na epístola aos Coríntios, Paulo afirma que a caridade está ao alcance de todos, do ignorante e do sábio, do rico e do pobre, independentemente da crença religiosa.

A verdadeira caridade não é apenas a beneficência, mas o conjunto de todas as qualidades do coração, bondade e benevolência com todos. Diz o apóstolo, “a caridade é paciente; não é invejosa. Tudo tolera, tudo crê, tudo espera, tudo sofre. A caridade nunca jamais há de acabar”.

No espiritismo, a caridade é uma regra. Submetendo todas as ações ao controle da caridade, deixaremos de fazer o mal para fazermos somente o bem. E para fazer o bem é sempre preciso vontade. Já para fazer o mal, bastam freqüentemente a inércia e a negligência. É assim que Allan Kardec descreve a importância da atitude caridosa no livro O evangelho segundo o espiritismo.

Verdadeiro sentido da palavra caridade

O que é a caridade na doutrina espírita? “Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições alheias e o perdão das ofensas”, define Kardec no Livro dos Espíritos. À primeira vista, a definição é, ao mesmo tempo, muito simples de ser entendida e muito difícil de ser aplicada. Mas vamos com calma. Isso quer dizer que, no espiritismo, a caridade não se restringe à simples esmola ou às grandes obras, abrangendo todas as relações humanas.

No O livro dos espíritos, Kardec apresenta o seguinte exemplo: se um rico nos procura, nós o atendemos com excesso de consideração e atenção, mas quando se trata de um pobre, parece que não devemos nos incomodar com ele. Quando, na verdade, deveríamos fazer o contrário: quanto mais lastimável é a posição em que a pessoa se encontra, mais devemos temer aumentar-lhe a desgraça pela humilhação. E ensina: “o homem verdadeiramente bom procura elevar o inferior aos seus próprios olhos, diminuindo a distância entre ambos”.

Dar esmolas, no entanto, não é um ato condenado pela doutrina. O que importa é a maneira como isso é feito. A caridade está na forma como a ação é realizada, e deve ser sempre boa e benevolente e, principalmente, sem ostentação.
 

Fazendo o bem todos os dias

No livro Jesus no Lar, Chico Xavier mostra como, sem quaisquer recursos especiais, todos podemos fazer o bem através de gestos simples:
 

• Lembre-se sempre de que todos têm problemas difíceis a resolver, e aprenda a ser cortês e fraterno com todos.

• Saiba acolher não apenas com educação e polidez, mas com o calor do sincero propósito de servir.

• Aprenda a ouvir aqueles que vêm até você com interesse e atenção; e não levante a voz mesmo nos assuntos mais graves.

• Evite conversas pouco proveitosas, principalmente a respeito daqueles que não estão presentes.

• Fuja do pessimismo, da tristeza improdutiva e da lamentação estéril.

• Sorria. Esse gesto simples e espontâneo espanta o pessimismo e traz consolo.

• Seja pontual. Não deixe ninguém à sua espera.

• Agradeça todos os benefícios da vida, tanto os grandes como os pequenos.

• Lembre-se que o amor é a força divina que engrandece a vida e lhe confere poder.

Como ajudar?

Como a caridade é uma premissa fundamental, qualquer centro espírita aceita e encaminha doações. Por isso, basta procurar uma entidade perto da sua casa para fazer a sua parte. Abaixo, selecionamos alguns destes endereços.
 

Seara Bendita

A Instituição Espírita Seara Bendita mantém o Lar Meimei, em São Paulo, que atua na educação infanto-juvenil e na profissionalização de jovens.

Como você pode ajudar: doações em dinheiro ou em material de construção • doação de cestas básicas, roupas novas ou usadas (em bom estado) e brinquedos para o bazar.
Endereço: Rua Demóstenes, 834 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 5533-5172 / 5093-0075 / 5532-0538
www.searabendita.org.br | admin@searabendita.org.br
 

Obra Social Antonio de Aquino

A entidade administra a Creche Maria de Nazaré, no Rio de Janeiro, que atende a crianças de famílias de baixa renda, além de crianças encaminhadas por órgãos governamentais e não governamentais.

Como você pode ajudar: doação em conta corrente (Banco do Brasil S/A,Ag.: Bairro Mallet – 1508-3; Cc: 10367-5).
Endereço: Estrada Marechal Mallet, 154 – Rio de Janeiro – RJ
Tel.: (21) 2301-0211 - Ramal 22
www.osaa.org.br  | osaa@osaa.org.br
 

COBEM – Casa de Oração Bezerra de Menezes

Fundada em 1968, a entidade baiana atende 40 crianças em uma creche e 60 idosos, além de distribuir cestas básicas, brinquedos e roupas a pessoas carentes de Salvador.

Como ajudar: doações de roupas e calçados usados (em bom estado) para o brechó • doações de alimentos não perecíveis para o consumo da creche e dos idosos atendidos pela casa.
Endereço: Rua Dr. Bezerra de Menezes, s/n° – Salvador – BA
Tel.: (71) 3356-0256
www.cobem.org.br  | contato.cobem@gmail.com

Fonte: Triada.com.br