Magia com os Elementos, Feitiço de Contra-tumba

Magia com os Elementos, Feitiço de Contra-tumba

 
 
Contra-tumba, significa obviamente contra a morte; por isso este feitiço é um escudo, e “muitississimo”poderoso.
Cabe dizer que funciona igual a um escudo comum físico, a não ser pelo fato de que também age nos níveis espirituais, mas… ao igual que um escudo físico, não protege se esta pendurado na parede, ou encostado no chão, ou guardado na mezinha de cabeceira, ou na bolsa, ou na carteira.
So serve como escudo se levado encima, no corpo, no bolso da calça, na roupa de baixo, preso com um alfinete, em qualquer uma das peças da roupa, que estivermos usando, escondida é claro. Não ha necessidade de evitar que as pessoas o vejam, é opcional de cada um que o usa.
Para fazê-lo é preciso ter recortado um quadrado amarelo, de cartolina, de 4 cm. de lado; um circulo azul, de cartolina, de 4 cm. de diâmetro; um triangulo equilátero vermelho, de cartolina, de 4 cm. de lado; uma Lua Crescente, de cartolina prateada, de 4cm. de altura.
Por último, um Oval Negro, também de 4 cm. de altura.

Tendo estas figuras recortadas, levá-las ao altar, e com uma caneta vermelha, escrever o seguinte dentro de cada figura.

Antes de fazê-lo, obviamente é preciso, saudar o altar e pedir á Deusa, que atenda e testemunhe o ritual de proteção que vamos fazer.*Primeiro, no Quadrado Amarelo, dizer em voz alta, enquanto escreve:

“Espíritos do Norte, protejam-mee escondam-me dos meus inimigos

*Segundo, no Triangulo Escarlate, dizer em voz alta, enquanto escreve:
“Espíritos do Sul, protejam-mee defendam-me dos meus inimigos.
*Terceiro, no Crescente Prateado, dizer em voz alta, enquanto escreve:
“Espíritos do Oeste, protejam-mee afastem meus inimigos.
*Quarto, no Círculo Azul, dizer em quanto escreve:
“Espíritos do Leste, protejam-mee destruam meus inimigos”
Ir escrevendo e deixando de lado no Altar, os “Selos”, (é assim como as Bruxas chamam estes símbolos) e por último pegar o Oval Negro, e dizer em voz alta, enquanto escreve:
“Assim é,Assim será,Em Nome do Espírito,dos espíritos,
Em Nome Daquela que É”

O “Espírito dos espíritos” que fala aqui, é Akasha, ou o Todo, ou o Universo, ou O Criador, como você o sentir melhor, mas a idéia é essa.
Escrevo Espírito com maiúscula quando se trata de Akasha, e com minúscula quando falo dos Eu Superior, a parte Luz, que nos liga com nossas memorias de existências anteriores.

E “Aquela que é”, é a Mãe Terra, a Deusa.
Feito isto, deixar o Oval Negro no Altar, e levar os outros para o seu pátio ou terraço; ao enterrar o Quadrado Amarelo, dizer:
“Devolvo este selo ao seu elemento”
Queimar o Triangulo Escarlata, e dizer a mesma coisa.


Fazer um buraco pequeno na terra e colocar o Crescente Prateado, jogando água encima dele, e repetir a mesma frase que para os outros.
O Circulo azul, deve ser rasgado em pedaços bem pequenos, e jogado para cima, ao vento, enquanto repete a mesma frase:
devolvo este Selo ao seu elemento


Depois de fazer isto voltar ao Altar, tomar o Oval nas mãos, e agradecer a Deusa, como na saudação da noite ou de outra forma que desejar, e guardá-lo com você, como explicado antes.


o selo poderá ser mantido dentro de um saquinho.
Este escudo dura uma estação inteira; mas pode fazê-lo em qualquer data, sendo que na primeira troca de estação, deve ser feito novamente.
O Oval anterior, tem de ser queimado na vela do Altar com o devido agradecimento.
Talvez pareça pouco efetivo, mas posso lhe garantir que não o é, se você o usa permanentemente, inclusive quando dorme, tirando-o apenas para tomar banho.
Os tamanhos dos Selos podem ser maiores, se lhe fica mais cômodo para escrever, mas aconselho a fazer o Oval o menor possível, pois sera melhor de andar com ele depois.