MEDITAÇÃO: ELES PRATICAM E INDICAM!

MEDITAÇÃO: ELES PRATICAM E INDICAM!

MEDITAÇÃO: ELES PRATICAM E INDICAM!

Confira depoimentos de alguns praticantes de meditação, descubra os principais benefícios da prática e aproveite para aprofundar-se em diferentes técnicas desta arte milenar

 

Texto • Daniel Jonh Furuno



 “Sou formada em design gráfico e trabalhei durante 10 anos em diversas agências de propaganda. Minha vida profissional era uma loucura e minha vida pessoal ia pelo mesmo caminho. As 'viradas' de noite eram comuns, a alimentação variava entre pizza à meia noite e fast food. Além do desconforto físico, com o tempo, o trabalho passou a não fazer muito sentido. Em 2001, tive meu primeiro contato com o yoga e, em seguida, com a meditação. Quando soube de um retiro de meditação, decidi no impulso que iria participar. Foi uma experiência transformadora e inesquecível. A Sementeira foi fruto da minha transformação pessoal. O yoga e a meditação expandiram a minha consciência e percebi que minha vida era micro e poderia ser macro, só dependia de mim mesma. Sofri mudanças radicais em todos os setores: o que como, aonde vou, o que penso, o que falo, com quem ando, o que pretendo. Tudo passou a fazer sentido porque o grande gesto por trás da meditação é que você simplesmente olha para dentro, se percebe, se aceita e se compreende melhor. Você aumenta o seu 'lastro pessoal' e passa, inclusive, a olhar o mundo com outros olhos. Pedi demissão de um emprego estável para alçar vôos que me dessem o prazer e a sensação de estar contribuindo para um mundo melhor: decidi semear por aí mensagens positivas, do bem, alto astral, que fizessem pequenas grandes diferenças nas vidas das pessoas. Eis um resumo sobre a importância da meditação que diz tudo: o mundo continua igual, eu é que passei a encarar as dificuldades e os prazeres com olhos mais serenos e mais presentes.”

Camila Bezerra
37 anos

Sócia da grife Sementeira, especializada em roupas e artigos relacionados a yoga
Rio de Janeiro/RJ

“Na infância, eu já gostava muito de sentar para contemplar a natureza, os animais. Passava o dia todo no quintal, deitado, assistindo nuvens. Então creio que a meditação já está enraizada em meu ser desde aquela época. Mas depois de quase ter morrido afogado, quando tinha por volta de 14 anos, alguma coisa aconteceu e eu simplesmente não podia mais deixar de pensar sobre uma realidade à parte desta. Passei a aprender sobre a prática da meditação. Minha vida passou por transformações maravilhosas. Hoje entendo que, mais do que ganhar dinheiro, eu posso ser útil a todos os seres, distribuindo sorrisos, saúde e bem-estar. A meditação me ensinou a ser artista, palhaço e professor de yoga; me ensinou a cuidar mais de mim mesmo; a escolher aquilo que me é benéfico e abandonar os hábitos que só me faziam mal; a ser altruísta, engajado, verdadeiro; me ensinou que vale mais a pena simplesmente ser do que ter.”

Diógenes Cesar Gomes Mira
27 anos
Professor de yoga e meditação, mágico, caricaturista e palhaço
Piracicaba/SP

 “Meu irmão fez um curso de meditação e comentou muito sobre os benefícios. Isso foi por volta de 1988. Nessa época, eu estava tendo uma série de problemas de saúde devido ao estresse. Resolvi então fazer o curso com o intuito de manter o equilíbrio e diminuir o cansaço. Desde então, pratico todos os dias a meditação transcendental. Sempre fui bastante ansiosa e preocupada; com a meditação, mantenho a mente mais calma e bem equilibrada e, com isso, consigo conviver com trabalhos e chefias estressantes. Constatei um aumento bem grande no poder de concentração e do entendimento nos estudos.”

Aparecida Teles
61 anos
Contadora
São José dos Campos/SP

 

“Desde a adolescência já me interessava pela meditação cristã. Na intenção de unir a prática pessoal ao processo de discernimento vocacional religioso, aos 19 anos entrei para um mosteiro beneditino, onde vivi por 14 anos. Com a formação monástica, me aprofundei na prática meditativa, buscando sempre cultivar uma vida mais contemplativa. Hoje, como leigo, tento manter uma disciplina de duas meditações diárias, sozinho, repetindo mentalmente um mantra tirado da Sagrada Escritura. Também freqüento semanalmente um grupo de meditação, pois estou envolvido no movimento da Comunidade Mundial para a Meditação Cristã. A meditação me ajuda a ter melhor conhecimento interior e senso de comunidade; mais compaixão e paciência comigo mesmo, com os outros e com o mundo; mais atenção, melhor concentração e um confronto melhor equilibrado com as surpresas que a vida traz.”

Alexandre de Andrade
37 anos
Músico e professor de Teologia
São Paulo/SP

“Creio que minha decisão de começar a prática da meditação foi uma conseqüência natural após anos e anos de leitura sobre filosofia e práticas orientais, com as quais sempre me identifiquei muito desde a adolescência. Na realidade, sempre tive um comportamento muito meditativo, mas não disciplinado; era uma tendência muito grande a me voltar para o meu interior. A primeira técnica de meditação que pratiquei foi a transcendental; hoje em dia, faço uma meditação pessoal, a que decidi internamente ser a mais adequada para mim. Tenho sede e fome de meditação. Os benefícios que ela me trouxe foram imensos: a consciência da sincronia com o universo, a segurança e apoio do ser interior, e também a inteligência e clareza para compreender a mim mesma nos meus momentos de vulnerabilidade.”

Lucia Elizabeth
50 anos
Dona de casa e estudante
Modesto/Califórnia (EUA)

 

 “Quando era pequeno, assistia na televisão filmes antigos de kung fu. Como toda criança, gostava das cenas de luta, mas também sempre ficava curioso a respeito dos monges que apareciam em estado de meditação. Anos mais tarde, voltei a me interessar pelo assunto e comecei a prática da meditação com a finalidade de atingir uma perfeição espiritual. Inicialmente, valia-me da recitação de mantras, mas depois passei a meditar apenas no vazio do universo e no vazio de minha mente. A meditação teve um profundo impacto para mim, pois hoje minha vida, tanto pessoal quanto profissionalmente, gira em torno dela: sou vegetariano e, além de biomédico, sou professor de tai chi chuan e chi kung. Ainda estou no caminho para alcançar a iluminação, mas já conquistei serenidade e paz interior.”

Jocimar Ferreira Gomes
40 anos
Biomédico especialista em acupuntura
Pirassununga/SP

Fonte: Triada.com.br