O que é uma Simpatia

O que é uma Simpatia

     O que é uma Simpatia

             
O significado da Simpatia
Simpatia é uma forma de magia ou feitiçaria básica, extremamente ligada ao povo, normalmente de origem campesina e geração empírica.
As simpatias são formadas da mesma substância da superstição e está intimamente ligada a esta.
A falta de explicação científica para determinadas capacidades de estratos ou infusões de épocas passadas dava a importância focada da simpatia.

Como não havia o conhecimento das propriedades químicas ativas nos mesmos era simplesmente aceito o fato de que aquela planta era “boa” para isso ou aquilo.

O termo deriva de “simpático”, no sentido de “semelhante”, e baseia-se na idéia primitiva de causa/conseqüência não necessariamente interligadas de forma racional.

Ou seja, se um fato A antecedeu um fato B então A torna-se a causa de B, mesmo que não haja qualquer conexão entre A e B. Por exemplo, se uma pessoa entrava em um bosque com o sol a pino e sofria um acidente e isso ocorresse mais de uma vez, surgia a superstição de que era perigoso entrar naquele bosque com o sol a pino.

Mas se algumas pessoas entravam no bosque com o sol a pino e por acaso estavam utilizando uma peça de roupa vermelha, surgia a simpatia de colocar um pano ou outra peça vermelha nas pessoas que teriam de entrar no bosque naquela hora, isso com o propósito de proteção.

A simpatia é usada por “bruxas” “ciganos”e principalmente por “jovens”. Os jovens costumam fazer simpatias para arranjar namorado(a),afastar males etc…

Ex 1; Para trazer amor de volta… pegue uma vela escreve o nome dele duas vezes nela, depois dizer “vamos ficar juntos,pelo poder da terra, do céu e do mar vamos ficar juntos.

Ex 2; Simpatia para ser correspondida (o) no amor. Numa sexta-feira de Lua Crescente, após as 21:00 horas, despetale uma rosa vermelha e escreva em cada pétala, com um espinho de rosa, o nome da pessoa amada. Após isso, atire as pétalas em água corrente e espere o resultado.

É mais uma das crenças que existe entre os humanos desde sempre e com os mesmos créditos até hoje, apesar de tanta evolução, eis a questão!