PLANTE SUA HORTA EM CASA

PLANTE SUA HORTA EM CASA

PLANTE SUA HORTA EM CASA

Além da comodidade de ter temperos e alimentos orgânicos sempre à mão, manter uma hortinha caseira pode se revelar uma atividade extremamente relaxante – uma verdadeira terapia. Veja como fazer a sua!

 

Texto • Lívia Filadelfo
 

Na hora de temperar o jantar, o gosto de manjericão, cebolinha e orégano fresquinhos, recém-colhidos por você mesma. Não é uma beleza? Isso sem falar no prazer que você já teve um cultivar e ver crescer as plantinhas ali mesmo, na sua casa.

Pesquisas apontam que dedicar alguns minutos por dia às plantas alivia o estresse e contribui para a melhora da qualidade de vida. É o caso do funcionário público José Antônio Gonzalez Rey, que há seis meses montou uma pequena horta no fundo do quintal. “Posso afirmar que preparar a terra, colocar as mudas e ver as plantas crescerem é uma verdadeira terapia. Principalmente para quem vive nas grandes cidades, onde só se vê concreto e poluição”, recomenda.

A arquiteta Taícia Marques também é adepta da horta doméstica. “As plantas criam um microclima que, além de ter aromas, cores e texturas únicos, atraem pássaros e borboletas, o que dá muito mais vida aos ambientes”, conta. Que tal investir nessa ideia você também?
 

Passo a passo

Acompanhe as dicas da herborista Silvia Jeha, da Sabor de Fazenda – ervas e temperos frescos, e descubra como plantar suas próprias mudas.
 


 Antes de plantar sua muda em um vaso, é importante fazer a drenagem adequada para evitar o apodrecimento das raízes e a compactação do solo.

 Escolha um vaso com um furo no fundo, coloque um pedaço de caco de telha sobre o furo e, em seguida, preencha com pedras (brita ou pedrisco).

 Sobre as pedras, coloque uma fina camada de areia e, logo depois, um pouco de terra preparada (mistura com partes iguais de areia, terra comum e húmus de minhoca ou composto orgânico).

 Ajeite a muda de maneira que ela fique bem no centro e dois dedos abaixo da borda do vaso. Complete com a terra preparada. No primeiro dia, regue até a água escorrer pelo orifício do fundo do vaso.

 Nos primeiros dois dias, deixe o vaso em um local com iluminação indireta. Após esse período, deixe o tomar de 5 a 6 horas de sol diárias.

 Lembre-se de sempre regar quando a camada superficial estiver seca e adubar com composto orgânico a cada 40 dias.
 

Fonte: Triada.com.br