SÍMBOLO CABALISTA: ÁRVORE DA VIDA

SÍMBOLO CABALISTA: ÁRVORE DA VIDA

SÍMBOLO CABALISTA: ÁRVORE DA VIDA

Esse tradicional símbolo da cabala é usado para representar os dez sefirot, canais energéticos através dos quais a luz do mundo espiritual chega ao mundo físico. Saiba mais

 

Texto • Carine Portela


 

De acordo com a tradição da cabala, enquanto criava o mundo, Deus também dava vida à Sua própria personalidade, Sua configuração divina, formada por dez emanações espirituais, chamadas de sefirot. Elas funcionam como canais através dos quais a luz do mundo espiritual chega ao mundo físico, e seu estudo aproxima o homem do Criador. Para facilitar a compreensão, as dez sefirot são representadas na forma de um organograma, que você confere logo acima, chamado de Árvore da Vida. Saiba, a seguir, o que cada sefirot significa.
 

Kether: coroa

É uma emanação superior a todas as outras. Representa o potencial puro das manifestações do mundo espiritual, por isso está acima do corpo.
 

Biná: entendimento

Segunda energia da mente, é a razão, a força que transforma o insight gerado em Chochmá em pensamendo ordenado.
 

Chochmá: sabedoria

Primeira energia da mente, é a criatividade, o pensamento intuitivo e, por conseqüência, as manifestações artísticas.
 

Chéssed: bondade

O braço direito representa o desejo de doar incondicionalmente, a generosidade sem preconceitos, a extrema compaixão.
 

Guevurá: julgamento

Força, grandeza e poder, Guevurá (o braço esquerdo, a mão forte) precisa de Chéssed para não se transformar em tirania.
 

Tiféret: beleza

A coluna central da Árvore da Vida é a beleza, a harmonia alcançada entre os pilares da esquerda e da direita. No corpo humano, é o tronco.
 

Netsach: vitória

Um armazém de energia positiva, Netsach (a perna direita) irradia o desejo de superação dos próprios limites e o sucesso nos relacionamentos.
 

Hod: esplendor

Em Hod (perna esquerda), aprendemos a aceitar o outro. Suas principais qualidades são a humanidade e o reconhecimento.
 

Yessod: alicerce

Um reservatório onde todas as energias emanam e têm seus atributos misturados é Yessod, representada pelas genitais.
 

Malchut: reino

A energia dos pés é a emanação do mundo físico, da realidade tangível. Por estar mais distante da fonte de luz, é onde o desejo de receber é maior.