SÍMBOLOS DA MAÇONARIA

SÍMBOLOS DA MAÇONARIA

SÍMBOLOS DA MAÇONARIA

Desvende o rico simbolismo do imaginário maçônico e descubra o significado de seus principais objetos, sinais e elementos

 

Texto • Redação

Acácia

Planta símbolo da maçonaria por excelência, a acácia representa inocência, segurança e clareza. Na antiguidade, foi tida como árvore sagrada entre os hebreus e por isso tornou-se um elemento especial para a maçonaria. O famoso Diploma da Acácia, que denota respeito integridade, é recebido somente por maçons dedicados.

 

 

Mosaico

Utilizado no chão dos templos e lojas maçônicas, o mosaico de ladrilhos alternados, nas cores preto e branco (xadrez), simboliza o entrelaçamento dos opostos: bem e mal, espírito e matéria, dia e noite. Seu objetivo é celebrar o equilíbrio.

 

 

Avental

Uma das peças mais importantes da maçonaria, o avental é indispensável para qualquer trabalho ou rito maçônico. O avental branco, sem adornos, indica a pureza da alma e deve ser usado pelos iniciados do primeiro grau. Conforme vai subindo na hierarquia, o maçom passa a utilizar diferentes cores e enfeites em seu avental.

 

Cinzel

Assim como outras ferramentas ligadas às oficinas medievais, no simbolismo maçônico o cinzel representa o intelecto e sugere o trabalho. Instrumento do grau de aprendiz, esta ferramenta serve, simbolicamente, para lapidar a pedra bruta da personalidade.

 

Colunas

Os templos maçônicos são repletos de colunas de estilo grego (jônicas, dóricas e coríntias), que simbolizam a força e a sustentação. Na entrada de cada loja, duas colunas chamas de Boaz e Jachim representam a idéia de que “Deus se estabelecerá em força”.

 

Espada

 

Acessório muito utilizado em rituais maçônicos, a espada é símbolo de poder e autoridade. A espada flamígera, que tem a lâmina ondulada, é usada pelos mestres maçons para guardar o templo e representar sua coragem e grandiosidade.

 

Compasso

A maçonaria adota o compasso como um de seus grandes símbolos e o coloca sobre o altar da loja, enlaçado com o esquadro para simbolizar a justiça. Além disso, como é um instrumento utilizado para traçar o círculo, simboliza limites infinitos.

 

Estrela de cinco pontas

Também chamada de Estrela do Oriente ou Estrela da Iniciação, representa o homem perfeito em seus cinco centros de poder: corpo físico, emoções, mente, intuição e espírito. Nas lojas maçônicas, deve aparecer na parede que fica acima da cabeça do Mestre Venerável.

 

 

Delta luminoso

 

Quarta letra do alfabeto grego, o delta simboliza as três forças cósmicas divinas: “vontade”, “amor” e “inteligência”. Pode ser representado com uma luz em seu contorno, com a letra G em seu centro ou, simplesmente, por três pontos (como aparece geralmente em assinaturas de maçons).

 

Letra G

São muitas as explicações para o uso da letra G na maçonaria, inclusive de que sua utilização represente uma série de palavras poderosas para os maçons, como geometria, geração, glória, grande e grão. De acordo com alguns historiadores, no entanto, a letra G representa, Deus, o grande arquiteto do universo.

 

Esquadro

Um dos símbolos mais usados na maçonaria, o esquadro representa a justiça, a retidão e a equidade. Quando aparece junto com o compasso, representa Deus e lembra aos membros da Ordem que é preciso unir-se à sua fonte de origem e desprender-se das ilusões terrenas.

 

 

 

Malhete

 

Utilizado junto com o cinzel na lapidação de pedras, o malhete (pequeno martelo) significa a eterna busca do maçom pelo aperfeiçoamento e crescimento pessoal. Também é emblema da vontade ativa, do trabalho e da força material.

 

Altar

Local de devoção, o altar simboliza a presença divina e é destinado à reverência do Grande Arquiteto do Universo, Deus. Também é chamado de “altar dos juramentos”, porque sobre ele se realizam os compromissos e alianças que o maçom contrai com a Ordem.

 

Pedra bruta

Símbolo das imperfeições do espírito que o maçom deve procurar corrigir, a pedra bruta representa também a total liberdade do Aprendiz e do maçom em geral. Cabe a cada iniciado aparar suas arestas e lapidar sua pedra de acordo com sua vontade e livre-arbítrio.

 

Régua

Símbolo da retidão, do andar correto e do bom caráter, a régua também é utilizada para lembrar aos maçons a boa administração do tempo, que deve ser dividido em: autoconhecimento, meditação, estudo e repouso.

Número 9

No simbolismo maçônico, o número 9 é o princípio da luz divina, que ilumina todo pensamento, desejo e obra. Seu papel tem importante significado na ritualística maçônica, sendo empregado de diversas maneiras nas cerimônias de iniciação e graduação.

Fonte: Triada.com.br