TARÔ: CONSULTE VOCÊ MESMA!

TARÔ: CONSULTE VOCÊ MESMA!

TARÔ: CONSULTE VOCÊ MESMA!

Com sua rica representação de arquétipos, as cartas do tarô vêm, há séculos, revelando e iluminando caminhos. Descubra como você também pode se valer desses conselhos

 

Texto • Erica Franquilino
 


 

Não há consenso sobre a origem exata do tarô. Há quem diga que os antigos egípcios já o utilizavam, mas algumas das primeiras referências documentadas a ele remontam ao final do século 14, no norte da Itália. O baralho do jogo tem 78 cartas, divididas em dois grupos principais: os 22 Arcanos Maiores, que apresentam desenhos emblemáticos (como O Mago, A Morte e A Lua); e os 56 Arcanos Menores, divididos em quatro naipes, de maneira semelhante ao baralho comum.

Como explica o tarólogo e terapeuta metafísico Sérgio Padovan, cada carta do tarô é passível de várias interpretações, mas sempre com caráter de aconselhamento. E você não precisa de treinamento para consultá-las você mesma (de forma limitada, é claro, mas eficiente). Siga a dica do especialista: sempre que sentir necessidade, mentalize ou sorteie um número de 0 a 22. Depois veja o que a carta correspondente nos Arcanos Maiores tem a lhe dizer. A seguir, você confere uma explicação simplificada de cada uma. Vá em frente!

 

O LOUCO (0 ou 22)

Está presente em todos os caminhos da nossa jornada pessoal.

Conselho: é hora de buscar a felicidade, usar a liberdade e ter coragem para ousar!
 

 

O MAGO (1)

A representação do homem perfeito, o filho de Deus.

Conselho: seja flexível e use, principalmente, seus dons naturais.
 

 

A SACERDOTISA (2)

A divina substância, a que fecunda.

Conselho: reflita com o coração purificado, mantenha a calma e amplie a percepção.
 

 

A IMPERATRIZ (3)

O principio ativo feminino. A chave do seu poder é a inspiração e o amor.

Conselho: mantenha o autocontrole e acredite em suas capacidades.
 

 

O IMPERADOR (4)

A transmissão hereditária de espaço (território), posse e poder.

Conselho: conquiste seu espaço por direito, com disciplina e persistência. 

 

O SACERDORE (5)

Arquétipo do velho sábio, também conhecida como a carta do Papa.

Conselho: coloque ordem na casa. Obtenha, através da orientação dos sentidos, regras e valores para organizar a vida.

 

O ENAMORADO (6)

A eterna dúvida, causada pelo livre-arbítrio.

Conselho: decida sem medo, depois de refletir usando a razão e a intuição.

 

O CARRO (7)

Força e movimento. O triunfo da individualidade humana.

Conselho: assuma o comando da sua vida e mantenha a direção desejada!

 

A JUSTIÇA (8)

Ponderação, frieza, acautelamento e imparcialidade.

Conselho: se as mudanças são necessárias, promova-as com cautela, de forma racional.

 

O EREMITA (9)

Luz e esperança para a alma e para os corações vazios.

Conselho: momento de estar só, meditar, ter paciência e seguir em frente!

 

A RODA DA FORTUNA (10)

Representa as forças das polaridades operando em equilíbrio universal.

Conselho: tenha paciência, dê tempo ao tempo.

 

A FORÇA (11)

Atua como mediadora dos nossos instintos.

Conselho: Use os instintos (energia animal), com inteligência e sutileza, a seu favor.

 

O ENFORCADO (12)

A vida foi paralisada, tudo está na mão do destino.

Conselho: é tempo de se resignar, meditar e reconhecer a impotência frente a algumas situações.

 

A MORTE (13)

Simboliza a transformação.

Conselho: elimine, conscientemente, tudo o que é velho. Fuja da estagnação.

 

A TEMPERANÇA (14)

Proteção espiritual, capacidade de equilibrar as polaridades.

Conselho: adapte-se ao que o momento exige, dance conforme a música...

 

O DIABO (15)

Os desejos, paixões, sexualidade e as ambições que não podemos eliminar nem reprimir.

Conselho: retire o véu da ignorância, apaixone-se pela vida e busque o máximo prazer pessoal!

 

A TORRE (16)

A ação das forças celestes contra a matéria, a aniquilação das ilusões e do orgulho.

Conselho: colabore com as mudanças e rompa definitivamente com o passado.

 

A ESTRELA (17)

Símbolo de pureza e leveza.

Conselho: seja otimista, renove suas esperanças de um futuro promissor. Mantenha contato com a natureza.

 

A LUA (18)

É a que melhor representa o inconsciente humano.

Conselho: busque o autoconhecimento e confronte inimigos ocultos, como as ilusões.

 

O SOL (19)

Vitalidade, prosperidade, alegria, consciência, liberdade, luz e muita proteção divina.

Conselho: harmonize-se para potencializar a maior fonte de energia de todo o universo, o amor divino e incondicional.

 

O JULGAMENTO (20)

A anunciação divina, com seres humanos nus, sem ilusões, esperando a nova ordem que se apresentará através de uma nova realidade.

Conselho: dê mais atenção à vida espiritual.

 

O MUNDO (21)

É o fim de uma longa jornada, a síntese da criação. O projeto idealizado está definitivamente estabilizado.

Conselho: finalize quaisquer pendências para usufruir a totalidade da manifestação divina. Veja o novo horizonte que se apresenta!